11 de set de 2012

"Choques culturais"

  Na minha primeira hora na Finlândia, já tive problemas. Entrei no banheiro do aeroporto com a Hiohana e estava procurando por papeis toalha até que eu achei uma toalha que não saía. Tive que pedir ajuda e adivinhem, a toalha não sai, tipo, as duas pontas são pregadas e você puxa um pouco, enxuga sua mão e a toalha volta.
  Quando cheguei em casa, por minha sorte, minha irmã hospedeira estava na minha frente e ela tirou o sapato. Eu olhei pro lado, pro chão e vi que tinha tipo uma prateleira cheia de sapatos e o chão também e então arranquei os meus.
   Nos primeiros dias eu estava tendo sérios problemas com as portas, porque elas abrem pra fora e do lado oposto do que no Brasil. Até eu me acostumar, foi tenso.
  O banheiro aqui, onde você toma banho (sim, eles tem milhares de lavabos e geralmente um banheiro "completo") o chão é aquecido *-* Quando eu tô com frio, eu entro lá e fico um tempo esquentando.
  Finlandeses tomam leite em todas as refeições. Quando eu digo todas, eu não tô exagerando, é tipo no café, almoço, jantar e as refeições entre isso. Eles amam leite!
   Aqui, a mão de obra é cara, então não tem ninguém te servindo o tempo todo. Por exemplo: Quando você viaja de ônibus, não tem ninguém pra colocar suas coisas em baixo do ônibus ou um cobrador, você já entra e já paga pro motorista que já tem tipo uma maquininha que calcula o preço e tal. Outro exemplo é quando você vai pra um lugar tipo pra acampamento, depois de usar o lugar, você tem que limpar tudo e se não tiver limpo o bastante, você tem que pagar a mais por isso.
  A todo lugar que você vai, lojas, supermercados, tem muitas coisas, mas muitas mesmo do "Angry bird". Não sei se você sabe, mas esse joguinho foi feito aqui. Quando eu cheguei aqui, meu irmão hospedeiro de 10 anos já veio me mostrando o que ele tinha deles. É tipo orgulho nacional.
  Os supermercados aqui você encontra de tudo! Eu fiquei surpresa quando fui a primeira vez e encontrei Maybelline no meio de um. Ah, falando em supermercados, encontrei umas bananas lá que eles gostam mas tipo, eu pelo menos, não comia delas. Minha mãe chama de banana caturra, não sei se é o mesmo nome em todos os lugares aí. Mas não é assim tão boa.

2 comentários:

  1. Tem tb banheiros públicos onde tem toalhas papeis(normalmente nos lugares menores, tipo um restaurante onde só tem um banheiro) e tem algumas onde tem os dois. A toalha é mais economica e melhor para meio ambiente pq é possivel lavar-a e utilizar de novo. :) Então nos lugares como o aeroporto com tanto povo usando os banheiros é mais barato usar as toalhas.

    Quase toda vez q eu já viajei pelo ônibus(Helsinki-Tampere, Turku-Tampere, Kuopio-Jyväskylä etc) o motorista ajudou os passageiros colocar as malas em baixo de onibus, especialmente quando tem mto passageiros com malas(na parada de aeroporto em Helsinki etc), depois ele vai dentro de ônibus e vc pode pagar sua viagem.

    Geralmente os lugares de acampamento de AFS por exemplo são bem baratos e por isso a gente tem q limpar o lugar mesmo e mtas vezes fazer a comida mesmo tb etc etc. Se vc aluga um apartamento ou "casa de verao" por uma semana na Lapônia por exemplo, tem algumas, os mais baratos geralmente, onde vc tem q limpar-o antes de sair mas os mais caros tem a limpeza incluido.

    E nem todo mundo bebe leite, mais a maioria sim. Acho q é pq é bom pros ossos(bones?) e quando a gente aprende beber leite quando criança, é mais facil continuar mais tarde tb. :D Tipo na cafetería da universidade eu tomo leite com almoço mas em casa normalmente não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, achei uma ótima ideia essas toalhas, porque sempre achei desperdício papeis toalhas. É, na minha escola, por exemplo, tem os dois, papel toalha e toalha como aquela.
      Quando eu peguei o ônibus Turku-Rauma, o motorista nos ajudou também (eu e umas amigas), mas no Brasil, tem sempre uma pessoa contratada só pra isso. E às vezes é até desperdício, porque em algumas viagens não tem tantas pessoas assim.
      No Brasil, eu já fui em lugares mais em conta também pra esses mesmos acampamentos e nós nao tivemos que limpar nada. Não que eu esteja reclamando, pelo contrário, acho isso uma ideia bem interessante, porque assim todos mantém o lugar não tão bagunçado e "convivível".
      É, isso é ótimo pros ossos. Mas eu quis dizer no sentido literal do "todo mundo" porque muitos bebem leite. É como eles dizem que todo mundo no Brasil ama futebol, eu pessoalmente não gosto tanto, como tantos outros mas é no sentido literal. E olha, nem é tão ruim beber leite no almoço, por exemplo, dependendo da comida, tô aderindo aos poucos a esse hábito.

      Excluir